sexta-feira, 13 de março de 2015

AINDA RESTA UMA ESPERANÇA

Título Original: A Kind Of Loving
Diretor: John Schlesinger
Ano: 1962
País de Origem: Inglaterra
Duração: 107min

Sinopse: Adaptado de um livro de Stan Barstow é o primeiro longa de John Schlesinger. Alan Bates é Vic Brown, jovem desenhista de uma fábrica que ama Ingrid Rothwell (June Ritchie). Uma noite em que a mãe da garota não está em casa eles fazem amor. A partir daí, Vic não sabe mais se quer ter um relacionamento sério enquanto Ingrid busca entender o que está acontecendo com ele.

Comentário: A direção e atuação são excelentes, não tem nada para criticar em relação a isto, mas definitivamente não foi um filme que me pegou. O título original, que fazendo uma tradução livre, seria algo como "Um tipo de amor" não demonstra amor nenhum do meu ponto de vista. Vic não ama Ingrid, já no começo da relação ele se cansa dela, enquanto Ingrid também não ama Vic, existe um sentimento juvenil de amor na cabeça dela (garota mimada). Tem partes que você odeia o Vic por não conseguir dizer na cara dela o que sente e tem outros momentos que você odeia Ingrid por não conseguir calar a boca e enxergar a realidade como ela realmente é. Será que toda mulher inglesa matraqueia desse jeito? Não aguentava uma semana. Da metade pro final o filme fica melhor, mas cai em um desfecho clichê bem comercial. É um tipo de amor fadado a dar errado na minha opinião. No geral é um filme regular, um romance água com açúcar que dá pra assistir de boa, que não é ruim, mas também não tem nada demais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário